COUNTRY SELECTOR

Você está prestes a sair do site Escute Seus Nervos e seráá redirecionado para um site externo. Gostaria de sair?

Quais são os grupos de risco mais afetados por problemas nos nervos?


Existem grupos de pessoas que são mais propensas a desenvolver distúrbios nos nervos e a apresentar sintomas como formigamento, dormência ou alteraçao da marcha (dificuldade para caminhar) que muitas vezes é relatada como tontura.

 

Nem todos conhecem os riscos dos danos à saúde dos nervos

 

Se você pertence a um desses grupos, entre em contato com o seu médico e discuta com ele o seu potencial risco de desenvolver doenças nos nervos. 

 

Essas populações podem ter uma maior probabilidade de desenvolver distúrbios nos nervos.

 

Por que isso acontece?

 

Existem diversas condições que expõem essas pessoas ao desenvolvimento de distúrbios nos nervos . As pessoas que pertencem a estes grupos podem estar em risco por muitas razões. Às vezes, pode haver apenas uma causa, mas na maioria dos casos, existem várias. 

 

Vamos ver o porquê:

 

Diabéticos e neuropatia periférica 

Talvez você não saiba que a causa mais comum da neuropatia periférica é o diabetes, responsável por até 50% dos pacientes. Uma das razões para o maior risco de desenvolvimento de distúrbios nos nervos está ligada ao fato de que a diabetes é frequentemente associada com níveis elevados de açúcar no sangue e esta condição pode causar danos nos nervos. Além disso, em pessoas com diabetes, o nível de estresse oxidativo é alto, e isso também pode afetar os nervos. Outros fatores de risco para distúrbios nos nervos em pacientes diabéticos podem ser tabagismo, hipertensão e o tempo de doença.
Idosos e neuropatia periférica
A capacidade de absorção de vitaminas diminui com a idade. Essa pode ser uma das razões pela qual as pessoas idosas têm mais chances de apresentar deficiência de vitaminas B neurotrópicas Como estas vitaminas são essenciais para a saúde do sistema nervoso, a deficiência pode causar lesões nos nervos. Existem estudos que mostram que a neuropatia periférica é mais frequente em populações envelhecidas, podendo haver muitas razões para isto. Estas razões ainda não são totalmente compreendidas.

Fumantes e neuropatia periférica

Você é fumante? Tome cuidado. Fumar reduz e endurece a parede de suas artérias, reduz o fluxo de sangue no corpo inteiro, incluindo suas pernas e pés, e também está associado com um alto risco de lesão nos nervos.
Alcoólatras e neuropatia periférica
Consumir quantidades excessivas de álcool (alcoolismo) afeta negativamente a sua saúde, incluindo os nervos, porque o álcool pode ter um efeito tóxico sobre o seu tecido nervoso. Além disso, o abuso do álcool por tempo prolongado está frequentemente associado com desnutrição e deficiências de nutrientes, incluindo vitaminas. Na verdade, beber demais pode reduzir os seus níveis de vitaminas de B neurotrópicas. Pessoas com neuropatia alcoólica que pararam de beber podem aliviar seus sintomas atuais e evitar uma deterioração maior do nervo.

Pessoas com deficiências de Vitaminas B

Hábitos nutricionais especiais ou desnutrição podem levar a deficiência de determinadas vitaminas essenciais, como as vitaminas B neurotrópicas, que desempenham um papel muito importante na manutenção da saúde e proteção dos nervos. Por exemplo, hoje em dia ter uma dieta vegetariana é um estilo de vida comum, o que torna essas pessoas com alto risco para deficiência de vitaminas B12.A deficiência de vitamina B12 em vegetarianos tem sido relatada como uma das causas da neuropatia periférica.

Independentemente de todas as causas, recomenda-se que todos os grupos evitem os fatores de risco para desenvolver distúrbios nos nervos, sempre que possível.

Outras populações em risco de desenvolver distúrbios nos nervos

 

Às vezes, os sintomas de distúrbios nos nervos ocorrem e, embora você visite médicos e faça exames, pode não ser tão fácil detectar a causa. Pode ser o caso quando não há uma causa específica.

Esta condição é conhecida como “neuropatia periférica idiopática”, onde "idiopática" significa "de causa desconhecida". A neuropatia periférica idiopática pode ocorrer em pessoas com mais de 60 anos de idade. Se progride, mesmo que lentamente, ela pode incomodar muito a vida de uma pessoa.

 

Além dos principais grupos listados acima, outras condições podem aumentar o risco de desenvolver distúrbios nos nervos.

Vejamos algumas delas:

 

 Pacientes com comprometimento renal, insuficiência renal ou em diálise;

 Pacientes com distúrbios gastrointestinais, como anorexia, diarreia, doenças inflamatórias intestinais, infecções pelo H. pylori, após cirurgia bariátrica;

 Desnutrição (pessoas com dietas restritivas ou nutrição desequilibrada);

 Exposição a toxinas e substâncias químicas, por exemplo, arsênico;

 Medicamentos que influenciam o metabolismo ou a absorção de nutrientes como metformina, inibidores de bomba de prótons, quimioterápicos ou tratamentos para HIV/AIDS;

 Lesões físicas ou traumas, tais como acidentes com veículos motorizados, quedas ou lesões em práticas esportivas. Traumas que podem danificar os nervos periféricos;

 Causas genéticas (pessoas que têm um membro da família que sofre de neuropatia).

You can’t feel them and often you don’t mention them.

Specific symptoms that you would not notice and which can be related to nerve impairment 

You can’t feel them and often you don’t mention them.

Specific symptoms that you would not notice and which can be related to nerve impairment 

You can’t feel them and often you don’t mention them.

Specific symptoms that you would not notice and which can be related to nerve impairment 

You can’t feel them and often you don’t mention them.

ARTIGOS RECOMENDADOS PARA VOCÊ