Consulta médica: como estar preparado para obter o melhor apoio

Você está prestes a sair do site Escute Seus Nervos e seráá redirecionado para um site externo. Gostaria de sair?

Pessoa se importando com a saúde de seus nervos

Consulta médica: como estar preparado para obter o melhor apoio


Já pensou em fazer um checklist dos seus hábitos? Você pode se surpreender ao ver quão grande uma pequena mudança no estilo de vida pode ter impacto na sua rotina diária, desde o trabalho até o tempo livre. Você pode realmente fazer a diferença na sua vida cuidando dos seus nervos e de você mesmo.

 

Isso aplica-se especialmente a quem é mais propenso a desenvolver problemas nos nervos, como diabéticos, idosos, fumantes, alcoólatras e pessoas com deficiências nutricionais. 

 

Embora o desenvolvimento de danos nos nervos como a neuropatia periférica não seja previsível, você pode tentar manter a sua saúde da melhor forma e os seus nervos saudáveis com um estilo de vida simples. 

 

Se você pertence a um dos grupos ou não, a melhor maneira de manter os seus nervos saudáveis é controlando o desenvolvimento de qualquer condição relacionada aos distúrbios nos nervos:

 

Checklist da consulta médica

FACILITE

Os sintomas podem ser diferentes para cada pessoa, de modo que podem ser descritos de maneiras diferentes. Isto também se aplica aos sintomas de comprometimento dos nervos. Algumas pessoas acham mais fácil ou mais esclarecedor usar metáforas ou descrever seus sintomas com muitos detalhes. Usar palavras fáceis e simples para descrever seus sintomas é um bom começo, por exemplo, a picada é um dos sintomas de comprometimento do nervo e as pessoas geralmente o descrevem como uma sensação de “alfinetadas e agulhas”. Descrever a situação em que você sofreu esse sintoma também pode ajudar.
Seja completo
Forneça ao seu médico o histórico dos seus sintomas. Há quanto tempo você está sentindo? Seja claro e completo: antes de uma consulta, tente listar todos os sintomas que você sente ou qualquer coisa anormal que tenha experimentado, mesmo que você ache que pode não estar relacionado a um comprometimento do nervo ou que não pareça um sintoma para você. Escrever as coisas pode te ajudar, colocando-as em categorias diferentes, como “sintomas que eu sinto o tempo todo” e “sintomas que apareceram ultimamente” ou “outras coisas sobre minha saúde que estão me incomodando”.

LEMBRE-SE DE ATUALIZAR SEU MÉDICO

Pode acontecer que muito tempo tenha se passado entre as consultas. Se você já conversou com seu médico sobre seus sintomas, é muito importante lembrá-lo de suas conversas. Atualize-o sobre seus progressos ou se os sintomas mudaram, melhoraram ou pioraram. É importante informá-lo sobre as mudanças, especialmente quando estamos falando de sintomas subestimados, como, cãibras musculares. Além disso, ele pode ter recomendado um tratamento e deve saber se este ajudou ou não, uma mudança pode ser necessária em um momento posterior.
SEU MÉDICO É SEU ALIADO
Não tenha medo de conversar com seu médico ou compartilhar com ele até mesmo situações estranhas ou embaraçosas. Sua conversa com ele é confidencial e está coberta pela obrigação de sigilo profissional. Os médicos estão acostumados a lidar com pessoas de diferentes sexos, idades, raças, com diferentes personalidades, experiências, origens e, por vezes, esses elementos podem fornecer informações úteis para ajudar na definição de um diagnóstico. Então, se você acha que adicionar uma informação sobre sua vida diária pode ser útil, vá em frente! Seu médico está ali para ouvir você, portanto, seja sincero e colaborativo, e se esforce para expressar suas preocupações com clareza.
ARTIGOS RECOMENDADOS PARA VOCÊ
Group of population with higher risk for nerve demage
ESCUTE
Cozinhando de um jeito saudável
APRENDA
Quiz de estilo de vida
CUIDE